Zabbix Documentation 4.4

2.23.04.04.2 (current)In development:4.4 (devel)Unsupported:1.82.02.43.23.4

User Tools

Site Tools


Sidebar

pt:manual:config:items:itemtypes:snmptrap

3 Traps SNMP

Visão geral

O fluxo de comunicação de uma 'trap SNMP' é o inverso do de uma coleta.

Para este tipo de item o dispositivo monitorado inicia a comunicação enviando um 'trap' que é coletado pelo processo 'Zabbix Trapper' que está presente o Zabbix Server e no Zabbix Proxy.

Normalmente as 'traps' são enviadas quando determinada condição ocorre, a partir desta mudança o Agente SNMP se conecta ao servidor SNMP (no caso o Zabbix Trapper) usando a porta 162 (para as consultas SNMP é utilizada a porta 161). Usando 'traps' você poderá detectar problemas logo que ocorrerem, sem ter que aguardar uma eventual fila de coletas.

O recebimento de 'traps SNMP' no zabbix foi desenvolvido para funcionar em conjunto com o snmptrapd chamando um script perl ou SNMPTT.

O 'workflow' de um recebimento de trap:

  1. snmptrapd recebe a trap
  2. snmptrapd envia o dado para o SNMPTT ou chama um 'trap receiver' escrito em Perl
  3. O SNMPTT ou o 'Perl trap receiver' interpreta, formata e grava o dado em um arquivo
  4. O 'Zabbix SNMP trapper' lê e interpreta os dados do arquivo
  5. Para cada trap o Zabbix procura todos os itens de “SNMP trapper” com interfaces compatíveis com a origem do dado. Observe que somente o “IP” ou o “DNS” da interface do host será utilizado durante a pesquisa.
  6. Para cada item localizado, a trap será comparada com a expressão regular em “snmptrap[regexp]”. O dado da trap será enviado como um novo valor para todos os itens compatíveis. Se não for encontrado um item compatível, e existir um item de “snmptrap.fallback” definido, o valor será repassado para ele.
  7. Se a trap não conseguir salvar o valor recebido em nenhum item, o Zabbix irá registrar isso no “log de traps não correspondentes

”. (Que pode ser habilitado através da opção “Registrar traps SNMP não correspondentes” disponível em AdministraçãoGeralOutros.)

3.1 Configurando as traps SNMP

A configuração dos campos a seguir é específica para itens deste tipo:

  • Você precisará possuir uma interface SNMP

Em Configuração → Hosts, no campo Interface do Host defina uma interface com o IP ou DNS correto. O endereço de cada trap recebida é comparada com o IP ou com o DNS de todas as interfaces SNMP para localizar os hosts correspondentes.

  • Configure o item

Utilize uma das chaves de trap SNMP no campo Chave do item:

Chave
Descrição Valor retornado Comentários
snmptrap[regexp]
Captura qualquer trap SNMP que corresponda com um endereço definido pela expressão regular informada no campo regexp Trap SNMP Este item só pode ser definido em interfaces SNMP.
Este item é suportado desde o Zabbix 2.0.0.
Observação: A partir do Zabbix 2.0.5, macros de usuário e expressões globais são suportadas para este tipo de item.
snmptrap.fallback
Captura todas as traps SNMP de um determinado IP que não tenha sido recebida por nenhum item snmptrap[] daquela interface Trap SNMP Este item só pode ser definido em interfaces SNMP.
Este item é suportado desde o Zabbix 2.0.0.
Expressões regulares de várias linhas não são suportadas neste momento.

Defina o Tipo da informação para 'Log' para que os registros de hora sejam processados. Observe que qualquer outro formato, tal qual o numérico, também são aceitáveis mas requerem um gerenciador de trap personalizado.

Para a monitoração de trap SNMP, você primeiro deverá configura-la.

3.2 Configurando a monitoração via SNMP trap

Configurando o Zabbix Server/Proxy

Para receber as traps, o Zabbix Server/Proxy deverá estar configurado para iniciar o processo de SNMP trapper e apontado para o arquivo de traps que estará sendo alimentado pelo SNMPTT ou pelo 'perl trap receiver'. Para fazer isso, edite o arquivo de configuração (zabbix_server.conf ou zabbix_proxy.conf):

  1. StartSNMPTrapper=1
  2. SNMPTrapperFile=[TRAP FILE]
Se o parâmetro do systemd PrivateTmp tiver sido definido é improvável que funcione no /tmp.
Configurando o SNMPTT

Primeiramente o 'snmptrapd' precisa estar configurado para utilizar o SNMPTT.

Para uma melhor performance, o SNMPTT precisa estar configurado como um daemon utilizando o snmptthandler-embedded para enviar as traps. Veja mais intruções sobre configuração do SNMPTT neste endereço:
http://snmptt.sourceforge.net/docs/snmptt.shtml

Quando o SNMPTT estiver apto a receber as 'traps', ajuste-o para registrar as traps:

  1. registre as traps no arquivo de traps que será lido pelo Zabbix:
    log_enable = 1
    log_file = [TRAP FILE]
  2. defina o formato de data e hora:
    date_time_format = %H:%M:%S %Y/%m/%d = [DATE TIME FORMAT]

Agora formate as traps de forma a possibilitar que o Zabbix as reconheça (edite o arquivo snmptt.conf):

  1. Cada instrução de formato deverá começar com “ZBXTRAP [address]”, onde [address] será o valor usado na comparação com as interfaces (pelo IP ou DNS). Exemplo.:
    EVENT coldStart .1.3.6.1.6.3.1.1.5.1 “Status Events” Normal
    FORMAT ZBXTRAP $aA Device reinitialized (coldStart)
  2. Veja mais sobre formato de SNMP trap a seguir
Não utilize traps 'não esperadas' - o Zabbix não estará apto a reconhece-las. Traps não esperadas podem ser tratadas ao definir um evento geral no snmptt.conf:
EVENT general .* “General event” Normal
Configurando o ''Perl trap receiver''

Requerimentos: Perl, pacote Net-SNMP compilado com --enable-embedded-perl (já é padrão no Net-SNMP 5.4)

'Perl trap receiver' (olhe em misc/snmptrap/zabbix_trap_receiver.pl) poderá ser utilizado para encaminhar as traps para o Zabbix Server/Proxy diretamente a partir do snmptrapd. Para configurar:

  • adicione o script perl no arquivo de configuração do 'snmptrapd' (snmptrapd.conf), Exemplo:
    perl do "[FULL PATH TO PERL RECEIVER SCRIPT]";
  • configure o recebedor, exemplo:
    $SNMPTrapperFile = '[TRAP FILE]';
    $DateTimeFormat = '[DATE TIME FORMAT]';
Se o nome do script não estiver entre aspas, o snmptrapd irá se recusar a iniciar com mensagens similares a estas:
Regexp modifiers "/l" and "/a" are mutually exclusive at (eval 2) line 1, at end of line
Regexp modifier "/l" may not appear twice at (eval 2) line 1, at end of line
Formato do SNMP trap

Tanto os 'perl trap receivers' quanto o 'SNMPTT trap configuration' precisam formatar a trap conforme o padrão a seguir: [timestamp] [the trap, part 1] ZBXTRAP [address] [the trap, part 2], onde

  • [timestamp] - momento de ocorrência do evento
  • ZBXTRAP - cabeçalho que indica o início de uma nova linha de trap
  • [address] - endereço IP para localizar o host a receber a trap

Observe que o “ZBXTRAP” e o “[address]” serão removidos da mensagem durante o processamento. Se a trap utilizar outro formato, o Zabbix pode analisa-las de forma inesperada.

Exemplo de trap:
11:30:15 2011/07/27 .1.3.6.1.6.3.1.1.5.3 Normal “Status Events” localhost - ZBXTRAP 192.168.1.1 Link down on interface 2. Admin state: 1. Operational state: 2
Esta trap será enviada para um host com a interface SNMP com IP=192.168.1.1:
11:30:15 2011/07/27 .1.3.6.1.6.3.1.1.5.3 Normal “Status Events” localhost - Link down on interface 2. Admin state: 1.

3.3 Requerimentos de sistema

Rotação de logs

O Zabbix não provê rotação de logs que possa ser gerida pelo usuário. A rotação de logs primeiro irá renomear o arquivo antigo e após isso apaga-lo para garantir que nenhuma trap será perdida, conforme processo a seguir:

  1. O Zabbix abre o arquivo de traps na última posição conhecida e vai para o passo 3
  2. O Zabbix verifica se o arquivo aberto já foi rotacionado ao comparar o número do inode definido para o mesmo. Se não existe arquivo aberto, o Zabbix reseta a informação de última posição conhecida e retorna ao passo 1.
  3. O Zabbix lê o dado do arquivo aberto e define uma nova localização.
  4. Os novos dados são analisados. Se era o arquivo rotacionado, o arquivo é fechado e retorna ao passo 2.
  5. Se não existe novo dado, o Zabbix aguarda 1 segundo e retorna ao passo 2.
O tamanho máximo de um arquivo de log para o Zabbix é de 2GB. O arquivo de log precisa ser rotacionado antes deste limite.
Sistema de arquivos

Devido à forma de implementação, o Zabbix precisa que o sistema de arquivos suporte inodes para diferenciar os arquivos (a informação é obtida através da função stat()).

3.4 Exemplo de configuração

Este exemplo utiliza o snmptrapd + SNMPTT para enviar traps ao Zabbix Server:

  1. zabbix_server.conf - configure o Zabbix para iniciar o SNMP trapper e defina a localização do arquivo file:
    StartSNMPTrapper=1
    SNMPTrapperFile=/tmp/my_zabbix_traps.tmp
  2. snmptrapd.conf - adicione o SNMPTT como o gerenciador de traps:
    traphandle default snmptt
  3. snmptt.ini - configure o arquivo de saída e o formato de hora:
    log_file = /tmp/my_zabbix_traps.tmp
    date_time_format = %H:%M:%S %Y/%m/%d
  4. snmptt.conf - defina o formato padrão de trap:
    EVENT general .* "General event" Normal
    FORMAT ZBXTRAP $aA $ar
  5. Crie um item SNMP TEST:
    IP da Interface SNMP do Host IP: 127.0.0.1
    Chave: snmptrap["General"]
    Formato de hora do log: hh:mm:ss yyyy/MM/dd

Teste o funcionamento:

  1. Comando utilizado para enviar uma trap:
    snmptrap -v 1 -c public 127.0.0.1 '.1.3.6.1.6.3.1.1.5.3' '0.0.0.0' 6 33 '55' .1.3.6.1.6.3.1.1.5.3 s “teststring000”
  2. Que será recebida:
    15:48:18 2011/07/26 .1.3.6.1.6.3.1.1.5.3.0.33 Normal "General event" localhost - ZBXTRAP 127.0.0.1 127.0.0.1
  3. Valor par ao teste do item:
    15:48:18 2011/07/26 .1.3.6.1.6.3.1.1.5.3.0.33 Normal "General event" localhost - 127.0.0.1
Este exemplo simples utiliza o SNMPTT como traphandle. Para melhor performance em ambientes de produção, utilize um script Perl para encaminhar as traps do snmptrapd ao SNMPTT ou diretamente ao Zabbix.