Zabbix Documentation 3.0

2.23.04.04.2 (current)In development:4.4 (devel)Unsupported:1.82.02.43.23.4

User Tools

Site Tools


Sidebar

pt:manual:introduction:overview

4 Visão geral

Arquitetura

A solução Zabbix é composta por vários componentes de software, a funcionalidade de cada um destes será descrita a seguir.

Servidor

Servidor Zabbix é o componente central da solução e, em ambientes centralizados, os agentes enviam os dados coletados (sobre integridade, disponibilidade e estatísticos) para ele. Em ambientes descentralizados o envio dos dados é feito para um componente intermediário: o proxy.

Banco de armazenamento

Todas as informações de configuração e os dados recebidos pelo Zabbix são armazenados em um sistema gerenciador de banco de dados (SGBD).

Interface Web

Para acesso rápido, e a partir de qualquer dispositivo, a solução vem com uma interface web. Normalmente esta interface é parte do mesma máquina do Servidor Zabbix, apesar de ser possível sua instalação em outro servidor.

Caso o servidor Zabbix seja instalado usando como banco de dados o SQLite, passa a ser obrigatório que a interface web esteja na mesma máquina do Servidor Zabbix.
Proxy

O Proxy Zabbix pode coletar dados de desempenho e disponibilidade em nome do Servidor Zabbix. Este é um componente opcional na implantação do Zabbix, no entanto, pode ser muito benéfico para seu ambiente distribuir a carga de coletas entre o Servidor Zabbix e um ou mais proxies.

Agente

O Agente Zabbix é instalado nos servidores alvo da monitoração e pode monitorar ativamente os recursos e aplicações locais, enviando os dados obtidos para o Servidor ou Proxy Zabbix.

Fluxo de dados

Além dos componentes do Zabbix é importante conhecer o fluxo de dados global do Zabbix:

  • Para que se possa coletar qualquer dado (item) é preciso que seja criado um host.
  • Para identificar os eventos e incidentes é necessária a criação de triggers, e estas trabalham com os dados dos Itens.
  • Para que uma ação de notificação ou comando remoto seja executado, deve ocorrer uma mudança de estado em uma trigger.

Assim, se você quiser receber um alerta sobre excesso de consumo de CPU no servidor X você precisará:

  1. Cadastrar um host para representar o servidor X;
  2. Cadastrar um item para acompanhar o consumo de CPU;
  3. Cadastrar uma trigger que alerte quando o consumo de CPU for maior do que o desejado;
  4. Criar uma ação que envia um e-mail, ou executa um comando remoto;

Embora pareçam muitos passos, com a utilização do recurso de templates estes passos ficam realmente simples e, justamente por esta característica, a configuração da monitoração do seu ambiente fica muito simples.