Zabbix Documentation 4.0

2.23.04.04.2 (current)In development:4.4 (devel)Unsupported:1.82.02.43.23.4

User Tools

Site Tools

This translation is older than the original page and might be outdated. See what has changed.

Sidebar

pt:manual:concepts:proxy

4 Proxy

Visão geral

O Zabbix Proxy é um processo que pode receber dados de um ou mais dispositivos monitorados e enviar ao Zabbix Server, basicamente ele funciona em nome do Zabbix Server (na visão do agente monitorado o Proxy passa a ser o Zabbix Server). Todo os dados recebidos são armazenados temporariamente (buferizados), transferidos ao Zabbix Server que o Zabbix Proxy pertencer, sendo excluídos na sequência do armazenamento temporário do Proxy.

A utilização deste componente é opcional, mas normalmente é muito benéfica pois distribui a carga de monitoração normalmente atribuída ao Zabbix Server. Se toda a coleta de dados for feita através de Proxies o uso de CPU e de I/O no servidor responsável pelo Zabbix Server reduz significativamente.

O Zabbix Proxy é a solução ideal para a monitoração centralizada de localidades geograficamente dispersas e para redes gerenciadas remotamente.

O Zabbix Proxy requer um banco de dados em separado (normalmente um SQLite).

Observe que o Proxy suporta SQLite, MySQL e PostgreSQL. O uso de Oracle ou IBM DB2 neste componente é uma escolha com riscos e limitações seus, exemplos podem ser encontrados em retorno de valores regras de autobusca.

Veja também: Usando Proxies em ambientes distribuídos

Processo do Proxy

O Zabbix Proxy é executado como um processo de background (Daemon). O proxy pode ser iniciado ao executar:

shell> cd sbin
shell> ./zabbix_proxy

Você pode utilizar alguns parâmetros com o Zabbix Proxy:

-c --config <arquivo>           caminho absoluto (completo) para o arquivo de configuração (o padrão é /etc/zabbix/zabbix_proxy.conf)
-R --runtime-control <opção>    executa funções administrativas
-h --help                       apresenta o help de parâmetros
-V --version                    apresenta o número de versão

O controle em tempo de execução não é suportado em OpenBSD e em NetBSD.

Exemplos de linha de comando com parâmetros:

shell> zabbix_proxy -c /usr/local/etc/zabbix_proxy.conf
shell> zabbix_proxy --help
shell> zabbix_proxy -V
Controle em tempo de execução

Opções do controle em tempo de execução:

OpçãoDescriçãoObjetivo
config_cache_reloadAtualiza o cache de configuração. O comando é ignorado se o cache já estiver atualizado.
housekeeper_executeInicia o processo de limpeza de dados. Ignorado se o processo já estiver em progresso
log_level_increase[=<alvo>]Aumenta o nível de log, afeta todos os processos se o alvo não for especificado.pid - Identificador do processo (1 a 65535)
tipo do processo - Restringe a todos os processos de determinado tipo (Ex.: poller)
tipo do processo,N - Restringe a determinado processo de um tipo específico (Ex.: poller,3)
log_level_decrease[=<alvo>]Reduz o nível de log, afeta todos os processos se o alvo não for especificado.

O PID do processo a se modificar o nível de log deverá estar entre 1 e 65535. Em ambientes com muitos processos a modificação poderá ser feita em um processo específico, inclusive para a alteração de nível de log de apenas um deles.

Exemplo de utilização do controle em tempo de execução para recarregar o cache de configuração do Zabbix Proxy:

shell> zabbix_proxy -c /usr/local/etc/zabbix_proxy.conf -R config_cache_reload

Exemplo de utilização do controle em tempo de execução para iniciar o housekeeper

shell> zabbix_proxy -c /usr/local/etc/zabbix_proxy.conf -R housekeeper_execute

Exemplos de utilização do controle em tempo de execução para modificar o nível de log:

Aumenta o nível de log de todos os processos:
shell> zabbix_proxy -c /usr/local/etc/zabbix_proxy.conf -R log_level_increase

Aumenta o nível de log do segundo processo de pooler:
shell> zabbix_proxy -c /usr/local/etc/zabbix_proxy.conf -R log_level_increase=poller,2

Aumenta o nível de log do processo com PID 1234:
shell> zabbix_proxy -c /usr/local/etc/zabbix_proxy.conf -R log_level_increase=1234

Diminui o nível de log de todos os processos do pooler HTTP:
shell> zabbix_proxy -c /usr/local/etc/zabbix_proxy.conf -R log_level_decrease="http poller"
Processo de usuário

O Zabbix Proxy foi desenhado para ser executado como um processo “não-root”. Ele pode ser executado com a permissão do usuário que o iniciou. Neste cenário ele irá executar sem nenhum problema.

Se você tentar inicia-lo com o usuário 'root', ele irá alternar seu permissionamento de execução para o usuário 'zabbix', que deverá existir em seu ambiente. Você só poderá rodar o Zabbix Proxy como 'root' se modificar o parâmetro 'AllowRoot' no arquivo de configuração.

Arquivo de configuração

Veja as opções do arquivo de configuração para detalhes sobre sua configuração.

Scripts de inicialização

Os scripts são utilizados para iniciar automaticamente os processos do Zabbix Proxy durante o processo de inicialização e finalização da máquina. Atualmente (29/11/15) estes scripts não vem junto com o código fonte da solução mas são facilmente obtidos através da cópia e edição dos scripts do Zabbix Server localizados no diretório misc/init.d do código fonte da solução.

Plataformas suportadas

Devido aos requisitos de segurança e a natureza de missão crítica do funcionamento do Zabbix Proxy, o UNIX é o único sistema operacional que pode entregar de forma consistente o desempenho, tolerância a falhas e resiliência necessários. O Zabbix opera como uma das soluções líderes de mercado.

O Zabbix Proxy é testado nas seguintes plataformas:

  • Linux
  • Solaris
  • AIX
  • HP-UX
  • Mac OS X
  • FreeBSD
  • OpenBSD
  • NetBSD
  • SCO Open Server
  • Tru64/OSF1
O Zabbix pode funcionar em outros sistemas operacionais baseados no UNIX.