Esta é uma tradução da página de documentação original em inglês. Ajude-nos a torná-la melhor.

Sidebar

Become a monitoring expert!
Sign up for Zabbix training

9 Verificações SSH

Visão geral

Verificações SSH são executadas como monitoramento sem agente. O Zabbix Agent não é necessário para verificações SSH.

Para realizar verificações SSH o Zabbix Server deve ser inicialmente configurado com suporte a SSH2 (libssh2 ou libssh). Veja também: Requisitos.

Apenas libssh é suportado a partir do RHEL/CentOS 8.

Configuração

Autenticação por senha

As verificações SSH oferecem dois métodos de autenticação, um com par de usuário/senha e outro baseado em arquivo de chave.

Se você não pretende usar chaves, nenhuma configuração adicional é necessária, além de associar a libssh2/libssh ao Zabbix, se você estiver compilando a partir dos fontes.

Autenticação por arquivo de chave

Para usar autenticação baseada em chave para itens SSH, certas alterações nas configurações do Server são necessárias.

Abra o arquivo de configuração do Zabbix Server (zabbix_server.conf) como root e procure pela seguinte linha:

# SSHKeyLocation=

Descomente-a e informe o caminho completo para a pasta onde as chaves pública e privada estão localizadas (ou estarão, caso ainda não criadas):

SSHKeyLocation=/home/zabbix/.ssh

Salve o arquivo e reinicie o zabbix_server em seguida.

No comando acima, /home/zabbix é o diretório pessoal do usuário zabbix e .ssh é um diretório (oculto) onde por padrão as chaves pública e privada serão geradas por um comando ssh-keygen executado dentro do diretório pessoal.

Comumente os pacotes de instalação do zabbix-server de diferentes distribuições de SO criam a conta de usuário zabbix com um diretório pessoal em lugares não muito comuns e conhecidos (diferente das contas do sistema), p.e. /var/lib/zabbix.

Antes de iniciar a criação das chaves, uma abordagem para realocar o diretório pessoal para um local melhor conhecido (mais intuitivo) pode ser considerada. Isto corresponderá com a configuração do parâmetro SSHKeyLocation do Zabbix Server mencionada acima.

Estes passos podem ser pulados se a conta zabbix foi adicionada manualmente de acordo com a seção de instalação porque neste caso muito provavelmente o diretório já estará localizado em /home/zabbix.

Para alterar a configuração para a conta de usuário zabbix todos os processos em execução que a estão usando devem ser parados:

# service zabbix-agent stop
       # service zabbix-server stop

Para mudar a localização do diretório pessoal com uma tentativa de movê-lo (caso ele exista) o seguinte comando deve ser executado:

# usermod -m -d /home/zabbix zabbix

É absolutamente possível que um diretório pessoal não exista no antigo local (no CentOS por exemplo), então ele deve ser criado no novo local. Uma tentativa segura de fazê-lo é:

# test -d /home/zabbix || mkdir /home/zabbix

Para certificar-se de que tudo está seguro, comandos adicionais podem ser executados para configurar as permissões do novo diretório pessoal:

# chown zabbix:zabbix /home/zabbix
       # chmod 700 /home/zabbix

Os processos previamente parados agora podem ser reiniciados:

# service zabbix-agent start
       # service zabbix-server start

Agora as etapas de criação das chaves pública e privada podem ser executadas pelo comando:

# sudo -u zabbix ssh-keygen -t rsa
       Generating public/private rsa key pair.
       Enter file in which to save the key (/home/zabbix/.ssh/id_rsa): 
       Created directory '/home/zabbix/.ssh'.
       Enter passphrase (empty for no passphrase): 
       Enter same passphrase again: 
       Your identification has been saved in /home/zabbix/.ssh/id_rsa.
       Your public key has been saved in /home/zabbix/.ssh/id_rsa.pub.
       The key fingerprint is:
       90:af:e4:c7:e3:f0:2e:5a:8d:ab:48:a2:0c:92:30:b9 [email protected]
       The key's randomart image is:
       +--[ RSA 2048]----+
       |                 |
       |       .         |
       |      o          |
       | .     o         |
       |+     . S        |
       |.+   o =         |
       |E .   * =        |
       |=o . ..* .       |
       |... oo.o+        |
       +-----------------+

Nota: as chaves pública e privada (id_rsa.pub e id_rsa respectivamente) foram geradas (acima) por padrão no diretório /home/zabbix/.ssh que corresponde à configuração do parâmetro SSHKeyLocation do Zabbix Server.

Tipos de chave diferentes de "rsa" podem ser suportados pelo utilitário ssh-keygen e servidores SSH, mas elas podem não ser suportadas pela libssh2, usada pelo Zabbix.

Configuração do shell

Esta etapa deve ser executada apenas uma vez para cada host que será monitorado por verificações SSH.

Usando o comando abaixo, o arquivo de chave pública pode ser instalado em um host remoto 10.10.10.10 de modo que então as verificações SSH podem ser executadas com a conta de usuário root:

# sudo -u zabbix ssh-copy-id [email protected]
       A autenticidade do host '10.10.10.10 (10.10.10.10)' não pode ser estabelecida.
       RSA key fingerprint é 38:ba:f2:a4:b5:d9:8f:52:00:09:f7:1f:75:cc:0b:46.
       Você tem certeza que quer continuar com a conexão (sim/não)? sim
       Atenção: Adicionado permanentemente '10.10.10.10' (RSA) à lista de hosts conhecidos.
       senha para [email protected]': 
       Agora tente fazer login na máquina, com "ssh '[email protected]'", e verifique:
         .ssh/authorized_keys
       para garantir que não adicionamos chaves extras que você não estava esperando.

Agora é possível verificar o login SSH usando a chave privada padrão (/home/zabbix/.ssh/id_rsa) para a conta de usuário zabbix:

# sudo -u zabbix ssh [email protected]

Se o login for bem-sucedido, então a parte de configuração do shell está finalizada e a conexão remota SSH pode ser encerrada.

Configuração de item

Os comandos reais a serem executados devem ser informados no campo Script executado na configuração do item.

Múltiplos comandos podem ser executados um após o outro colocando-os em uma nova linha. Neste caso os valores retornados também estarão formatados como multilinha.

Todos os campos obrigatórios estão marcados com um asterisco vermelho.

Os campos que requerem informação específica para os itens SSH são:

Parâmetro Descrição Comentários
Tipo Selecione Agente SSH aqui.
Chave Chave de item única (por host) no formato ssh.run[<descrição curta única>,<ip>,<porta>,<codificação>] <descrição curta única> é obrigatória e deve ser única para todos os itens SSH por host
A porta padrão é 22, não a porta especificada na interface à qual este item está associado
Método de autenticação Um de "Senha" ou "Chave pública"
Nome de usuário Nome de usuário para autenticação no host remoto.
Obrigatório
Arquivo de chave pública Nome do arquivo de chave pública se Método de autenticação é "Chave pública". Obrigatório Exemplo: id_rsa.pub - nome de arquivo de chave pública padrão gerado pelo comando ssh-keygen
Arquivo de chave privada Nome do arquivo de chave privada se Método de autenticação é "Chave pública". Obrigatório Exemplo: id_rsa - nome de arquivo de chave privada padrão
Senha ou
Chave de senha (passphrase)
Senha para autenticar ou
Chave de senha se tiver sido usada para a chave privada
Deixe o campo Chave de senha vazio se não tiver sido usada uma
Consulte também problemas conhecidos em relação ao uso de chave de senha
Script executado Comando(s) shell executado usando a sessão remota SSH Exemplos:
date +%s
service mysql-server status
ps auxww | grep httpd | wc -l

A biblioteca libssh2 pode truncar scripts executáveis para ~32kB.